Notícias

Consultas

solicite seu orçamento de certificação
07 out 2020

Vendas globais de alimentos orgânicos crescem de 25 a 100% devido à pandemia

Sem vacina em vista, consumidores estão escolhendo alimentos orgânicos para se imunizarem contra Covid-19

Mesmo com a economia global em pedaços, com estimativa de 3% de contração em 2020, a indústria de alimentos orgânicos, ao contrário, está em crescimento robusto de 25-100%, pois consumidores continuam a reconhecer o fortalecimento da imunidade como prevenção contra o coronavírus.

A Entidade de pesquisa Ecovia Intelligence espera que as vendas de produtos orgânicos no mundo continuem com a curva crescente pós Covid-19.

Whole Foods Market, a maior rede de varejo de produtos naturais do mundo, precisou limitar o número de itens em sua loja online devido a inesperada demanda.

No Reino Unido, Abel & Cole relatou um aumento de 25% em suas vendas, enquanto Riverford Organic também relatou aumento, não especificado, na demanda.

Lojas tradicionais estão ganhando com medidas de emergência adotadas pelos governos. Empórios de produtos naturais e orgânicos permaneceram abertos em muitos países como essenciais. Eles estão atraindo novos compradores, enquanto os compradores existentes estão gastando mais do que antes.

Na França, algumas lojas de produtos orgânicos estão registrando vendas acima de 40%.

A ÍNDIA ESTÁ ASSISTINDO ALTAS VENDAS DURANTE A PANDEMIA

Na Índia, as perspectivas são ainda mais otimistas. A demanda aumentou até 100% para alguns fornecedores de alimentos orgânicos.

O famoso I Say Organic, de Nova Déli, que tem uma loja em Gurugram e opera principalmente por meio do e-commerce www.isayorganic.com, tem visto 100% de aumento desde que o lockdown foi imposto em 25 de março

O e-tailer Naturally Yours testemunhou aumento de 70-80%.

O líder de franquias de orgânicos em Gujarat, Suryan Organic, observou um aumento de 25-30% nas vendas.

Modern Bazaar, franquia de comércio de alimentos orgânicos no norte da Índia, teve aumento nas vendas em 25%.

Outro e-tailer de orgânicos, Healthy Buddha, estabelecido em Bengaluru, está aproveitando o aumento de 30% das vendas.

A empresa de alimentos orgânicos, Natureland Organics, com a matriz em Rajasthan, registrou um pico de 60% desde meados de março.

O fabricante de snacks saudáveis, Nourish Organics, também registrou um aumento de 30% de vendas em março.

O aumento nas vendas encorajou muitos lojistas de produtos orgânicos a ficar até quase meia noite apostando em tirar proveito do aumento na demanda.

A DEMANDA GLOBAL DESATENDIDA DEVIDO À RUPTURA NAS EXPORTAÇÕES.

O aumento trouxe por outro lado problemas de fornecimento. A indústria de alimentos orgânicos é global, com canais de fornecimento internacionais que agora estão sob pressão. Muitos dos ingredientes dos alimentos usados pelos europeus e norte americanos são produzidos na Ásia, América Latina e África.

Lockdowns estão causando ruptura nos canais de fornecimento. Por exemplo, a Índia é a maior fonte de chás, ervas, temperos e ingredientes orgânicos relacionados. Imposições colocadas em março tiveram que parar processadores de alimentos e exportações, levando a deficiências de fornecimento.

DEMANDA POR ALIMENTOS ORGÂNICOS VÃO SOBREVIVER APÓS A PANDEMIA

Demanda por alimentos orgânicos tem perspectiva de continuar forte depois da era Covid-19. Sustos passados na saúde também causaram picos de vendas, seguidas de demanda sustentável por produtos orgânicos.

Por exemplo, a crise da encefalopatia espongiforme bovina (EEB) em 2000 aumentou a demanda por carne orgânica na Europa – e as vendas continuaram depois disso.

Similarmente, o surto de SARS demandou mais alimentos orgânicos na China em 2004, e continuou depois.

O escândalo da melanina em 2008 pressionou a demanda por alimentos orgânicos para bebês na China. Como consequência, em apenas alguns anos, a demanda por produtos infantis orgânicos se tornou o maior no mundo.

Em 2018 o mercado global de orgânicos ultrapassou US$ 100 bilhões, e com a Covid-19 os consumidores começaram a enxergar nos orgânicos um alimento mais nutritivo para manter a sua saúde, e o salto para US$ 150 bilhões poderá ocorrer nos próximos 5 anos.

Atualização no mercado global de alimentos orgânicos e sustentáveis serão discutidos em eventos futuros na Sustainable Foods Summit.

Pure Eco India
Traduzido por Jeferson Umezaki
jeferson@organis.org.br